12 dezembro 2019

Faça o seu E card com QR Code

Nenhuma descrição de foto disponível.

Dica do amigo Wagner Marcelo:

 FAÇA O SEU E-CARD E DISPONIBILIZE ELE VIA QR-CODE EM APENAS 3 ETAPAS:

Segue uma dica que talvez possa ser pertinente ao seu dia-a-dia empreendedor para quem já tem seu e-card.

Após o desenvolvimento do seu e-card ao invés de pedir o contato da pessoa para encaminhar seu e-card, tenha em mãos um QR-CODE que direciona a pessoa para seu e-card online!

Para fazer isso siga apenas as 3 etapas abaixo:

1. Crie seu e-card junto a um designer ou faça você mesmo; pode ser feito no canva.com

2. Suba seu e-card em pdf no Google Drive e compartilhe o documento para visualização;

3. Crie uma conta gratuitamente na www.e-lemento.com, gere seu qr-code com redirecionamento para o link informado pelo Google na etapa 2.

Pronto!

Deixe salvo a imagem em sua galeria, ou na área de trabalho do seu celular.

Da próxima vez que for passar seu e-card para alguém, apenas peça para a pessoa escanear o seu qr-code.

08 dezembro 2019

Pós-graduação online em Tecnologia Assistiva - Puc Minas


PUC MINAS  abre pós-graduação online em "Tecnologia Assistiva". Veja grade de curso:

"Tecnologia Assistiva (TA) é uma área híbrida do conhecimento de domínio de profissionais de reabilitação, engenheiros, arquitetos, desenhistas industriais, entre outros, trabalhando juntos para restaurar a função humana através do uso de produtos assistivos.

Atualmente há um esforço nacional, com atores de todas as áreas, atuando consistentemente na ampliação e solidificação dessa área do conhecimento no país. Esse Curso de Pós Graduação Lato Sensu em Tecnologia Assistiva vem atender a demanda crescente por profissionais especializados em todas as áreas de aplicação de Tecnologia Assistiva: saúde, educação, comércio, indústria e políticas públicas."

CONTEÚDO DO CURSO

1) Fundamentos Nosológicos e Epistemológicos da Tecnologia Assistiva
2) Fundamentos Técnicos da Tecnologia Assistiva I: Biomecânica e Ergonomia
3) Fundamentos Técnicos da Tecnologia Assistiva II: Acessibilidade Pelo Design Universal
4) Métodos Qualitativos e Quantitativos em Pesquisa e Uso de Instrumentos de Medida em Tecnologia Assistiva 
 5) Desenvolvimento de Produtos Assistivos

6) Análise Psicossocial das Diferenças e Bioética
7) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva I: Acessibilidade nos Transportes
8) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva II: Próteses e Órteses
9) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva III: Acesso a Informática, Comunicação Alternativa e produtos para Deficiência Auditiva
10) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva IV: Adequação Postural/Funcional em Sistemas de Mobilidade Assentada e Dispositivos de Auxílio a Marcha

11) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva V:  Baixa Visão e Cegueira
12) Áreas de Aplicação de Tecnologia Assistiva VI: Adaptações para Atividades de Vida Diária 
13) Tecnologia Assistiva na Inclusão Escolar 
14) Tecnologia Assistiva na Inclusão no Trabalho
15) Tecnologia Assistiva e Envelhecimento


AO FINAL DO CURSO O ALUNO SERÁ CAPAZ DE:​

Este profissional estará capacitado para ser um líder na área de Tecnologia Assistiva.  O aluno sairá com ampla compreensão de todas dimensões envolvidas, desde a pesquisa e desenvolvimento de um produto, produção, comercialização, e indicação terapêutica.

Competências a serem desenvolvidas:
 No curso de Especialização em Tecnologia Assistiva, destacam-se as competências:

a) Conhecimento das políticas públicas e marcos legais que definem o cenário da Tecnologia Assistiva no Brasil;
b) Habilidade para desenvolver produtos e serviços assistivos;

c) Habilidade para avaliar e identificar as necessidades do cliente nas diversas situações de uso de um produto assistivo (seja a necessidade de um usuário, de uma organização ou ente federativo); 

d) Habilidade para indicar a solução assistiva mais adequada em cada situação; 
e) Planejar e realizar pesquisa em Tecnologia Assistiva. 

Mais informações aqui

05 dezembro 2019

Disruptura Continua e o Design

Estamos vivendo a era da disruptura onde as gerações Y e Z vem devorando todo o mercado convencional e criando vários novos modos de se fazer negócios.
Seja você empresário ou assalariado, não há escapatória, atualize-se ou entregue-se ao seu catastrófico destino.
Nasci em 1983, ano este que foi marcado pelo fim da Geração X e dava início a próxima Geração Y. Nesta época, brincava-se de vôlei, queimada, bolinha de gude, pião, futebol e pipa, a maneira mais rápida de se comunicar era apertando a campainha da casa daquele seu melhor amigo.
Nossa fonte de informação era a famosa enciclopédia “Barsa”, pois ainda não existia internet, na verdade, nem computador havia (pelo menos aqui no Brasil).
Já na década de 90 as coisas começaram a mudar tão rapidamente que foi assustador. Lembro que meus pais se esforçavam para acompanhar a evolução frenética, tanto da tecnologia quanto a evolução dos filhos.
O sonho de consumo era o “BIP” que enviava mensagens de texto instantaneamente, porém você precisava ligar para uma central telefônica e ditar exatamente o texto que gostaria de enviar, convenhamos que era um tanto quanto constrangedor.
Lembro também do curso de “MS-DOS” que fiz e nunca usei para nada, pois é, nesta época não existia o sistema operacional “WINDOWS”.
Rapidamente tudo mudou com a chegada do lendário "ICQ”, “Bate Papo do UOL”, site de busca “CADÊ”.
Minha geração passou por toda essa transição com muito entusiasmo pois tudo era novidade e tudo que é novo, fascina.
Meus pais já pediam ajuda para tentar manipular o computador, mas não admitiam e nem cogitavam a hipótese de terem que fazer um curso básico de computação e foi exatamente aí o grande erro deles, pois começamos a ser bombardeados de novas tecnologias e informações, a velocidade foi insana e está cada vez maior, assim, inevitavelmente, eles ficaram para trás. Minha mãe até hoje tenta dominar um computador, mas sempre precisa daquela ajudinha.
Nesta nova Geração Z, todos já nasceram manuseando estas tecnologias e cada vez mais estes jovens começam suas trajetórias no mundo dos negócios, principalmente utilizando a disruptura da inovação. Eles quebram todos os paradigmas e não tem medo de errar, pois afinal, um CTRL+Z resolve a  maioria dos problemas.
Os exemplos claros desses novos business são: UBER, AIRBNB, NETFLIX, todos eles vislumbraram sub nichos e acabaram se tornando o nicho principal, ou seja, dominaram o mercado pois os consumidores aprenderam a otimizar tudo, inclusive o tempo.
Enquanto o trabalhador assalariado se revolta com a futura aposentadoria falida e ilusória, os jovens vem com força total, capacidade e habilidades para mudar este cenário.
Esta geração quer, qualidade de vida, tempo livre e dinheiro, com esta tríade estão modificando o mundo e a forma de comercializar.
Uma das melhores ferramentas disponíveis para esta mudança é o modelo de Marketing de Rede ou Marketing de Relacionamento ou ainda Marketing Multinível, onde é justo e sustentável. Um modelo de negócios onde se você se profissionalizar e construir seu público consumidor, poderá dominar a tríade da qualidade de vida - tempo - dinheiro. 
Mas vale ressaltar que o amadorismo não serve nos dias de hoje e este modelo de negócios é cruel e implacável para quem não está disposto a se atualizar.
Decida rapidamente quais são seus sonhos e como vai fazer para conquistá-los, não deixe que ninguém use a sua vida para trabalhar pelos sonhos deles.

Artigo de Rony Maruta - original em : https://www.webartigos.com/artigos/disruptura-continua/155420#ixzz53ua0LGGl

28 novembro 2019

O Design Social no Mundo e What Design Can Do

Design social: conheça 5 designers que visam um mundo melhor (Foto: Divulgação)

O design digital permitindo programação e design  para comunidades e mulheres para entrar no mercado de trabalho acelerou e divulgou muito o design social no Brasil nos últimos anos. 

O que era antes design artesanal, moda e outras vertentes materiais (não digitais) para criar novas oportunidades profissionais, no século 21 é "design de impacto social na área digital." 

Conheça também "What Design Can Do" (Futuros eventos em SP)

Acesse o artigo de 2016 em CASA VOGUE

Caso tenha mais interesse no assunto leia meu artigo especial aqui no post 

15 novembro 2019

Design Feeling no lugar de Design Thinking





 "Há muitos anos – pelo menos 20 – que falo aos quatro ventos sobre como o design é uma lente poderosa na construção de um futuro desejável. 

Isso por ter aprendido lá atrás, na PUC, com minha querida guru Ana Branco, que mais do que desenhar objetos bonitos, alinhando forma e função, nosso papel como designer era catalisar conhecimento, costurar saberes e desenhar soluções que gerassem valor real na vida das pessoas. Sempre “com” e nunca “para” elas.

10 novembro 2019

Pixpa - Portfolio online para designers

Pixpa


Pixpa é uma plataforma "tudo-em-um" para criar belos portfólios profissionais,

galerias e lojas on-line sem nenhum conhecimento de código e programação.

Feito especialmente para fotógrafos, artistas, designers e pequenas empresas.

O criador de sites da Pixpa facilita a exibição, a venda
e o compartilhamento de seu trabalho on-line.

Visite Pixpa

Como meu seguidor receba 10% de desconto em todos os planos da Pixpa




08 novembro 2019

São Paulo sustentável e urbanizado

Como seria São Paulo se projetos de urbanismo tivessem saído do papel?

 

Perspectiva artística de hidrovias urbanas

Veja excelente mas também frustrante e deprimente artigo da BBC Brasil.

05 novembro 2019

Dez artesãos e designers portugueses entre os melhores da Europa

OK33168668_GI30112018JORGEAMARAL034

design português entre o melhor da Europa, veja no site OCIO PT com slides

Ou leia o artigo abaixo:

A Homo Faber, grande montra dos métiers d’art, quer mostrar que o saber artesanal é um bem precioso que nenhuma tecnologia substitui. Ali,dez artesãos e designers portugueses mostraram a sua arte entre os melhores da Europa. O evento regressa em 2020.

31 outubro 2019

Ganhe uma assinatura premium de Design Cap - software online de Design Gráfico para acelerar a sua produtividade

 


Você é designer gráfico e/ou digital, ilustrador?


Conheça então DesignCap, um software online de Design Gráfico para acelerar a sua produtividade e entrega com alta qualidade. 


Experimente: https: //www.designcap.com

 
Algumas de suas principais características: 

  1. Inúmeros modelos para pôsteres, mídias sociais, infográficos etc. 
  2. Uma grande biblioteca de fotos e ilustrações. 
  3. Recursos totalmente personalizáveis. 
  4. Salve-o na área de trabalho e na nuvem ou compartilhe nas mídias sociais. 
  5. Localizado em 7 idiomas: inglês, alemão, espanhol,japonês,português, francês e chinês.

#SorteiodeDesign

 


O melhor ainda é que você tem a oportunidade de ganhar uma assinatura premium.

Me siga no Twitter e compartilhe este post com:

"Ganhe uma assinatura premium de
@designcapapp no portal de #Design em
https://marciodupont.blogspot.com/2019/10/sorteio-de-design-cap.html
#designgrafico #design #designdigital #ux #ui
#fotografia #artesvisuais via @maducao" 


 Me siga no Instagram


Assim você entra no sorteio que será feito lá em breve.

29 outubro 2019

Desça o E-book Indústria 4.0 Têxtil




Desça o livro em "Indústria 4.0 Têxtil" 
Siga no LinkedIn a Designer Suzana Barreto - uma das maiores experts em moda e sustentabilidade do Brasil.

27 outubro 2019

Desfile de roupa descartada

Roupas jogadas fora ganharam uma nova forma e um novo ciclo de vida
Foto do artigo


Via a amiga e colega Suzana Barreto:

"Compartilho com muita alegria o resultado do projeto CATAMODA com a Cooperativa de recicladores de Londrina, a Cooper Região, em parceria com o Depto de Design da UEL, alunos do primeiro ano do curso de Design de Moda e Ateliê Bianca Baggio moda sustentável. 

O resultado do trabalho foi o desfile realizado com as roupas descartadas, que foram reconfiguradas em novas peças. 

Um orgulho participar deste projeto, gratidão pela rica experiência, troca e aprendizado"

Veja o artigo no link.

13 outubro 2019

Desça o Livro "Design Driven Data Science" aqui.

Os colegas da @MJVInnovationBR disponibilizam o livro gratuitamente. 
 Compartilhe com um post nas suas redes para ter acesso ao livro.

#design #bigdata #data #machinelearning #datascience #designthinking