10 junho 2011

Design e humanidade




curso de especialização em design gráfico
coordenação: Minoru Naruto e Maria Argentina Bibas

Coordenação do Módulo "Imagem e Desenho: Objetos, encantamento e fetiches": Olgária Chaín Féres Matos

objetivos
O curso tem como proposta central trazer para os domínios do Design, em especial o Design Gráfico, subsídios e reflexões de ordem filosófica, sociológica, psicológica e de outras áreas, como referências importantes, senão primordiais, para a necessária reconceituação dessa área profissional e disciplinar, frente aos novos compromissos e significações que a contemporaneidade lhe impõe.

A partir dessa visão, organizam-se aulas, oficinas, palestras e debates que visam a imersão do projeto, suas posturas e responsabilidades, num universo mais amplo e consequente, de modo a possibilitar uma percepção mais clara dos limites e potenciais do Design como prática social e como influente fator na formação dos hábitos e valores das populações às quais se dirige e que são, de fato, seus verdadeiros “clientes”, com toda a responsabilidade e ética que isso implica.

Nessa perspectiva, cabe analisar a contribuição do Design, seja em sentido positivo ou negativo, para a situação do mundo contemporâneo. Não é mais possível, por exemplo, evitar a associação do design com problemas como o descarte ou o hiperconsumo, da mesma maneira como é associado ao desempenho econômico ou estético-funcional de um produto ou serviço.

Manifestos importantes de designers, como o First things, first, de 1963 e retomado em 2000, movimentos como o Um dia sem consumir ou o Slow movement, com cartazes e panfletos desenhados por designers, acompanham as preocupações de filósofos, psicólogos, sociólogos, ambientalistas, ao se defrontarem com uma sociedade onde, cada vez mais, se substitui o ser pelo ter, num mundo cada vez mais espetacularizado e vertiginoso.
A partir dessas questões e várias outras de igual importância, o curso procura fornecer os insumos iniciais para a reflexão do designer e de outros profissionais correlatos no sentido de exercitarem seus potenciais criativos face às transformações do mundo atual.

docentes

Alexandre Carrasco
Conceito, simulacros e máquinas desejantes: Deleuze

Claudio Ferlauto
Pontos de vista tipográficos

João de Souza Leite
Design: um campo de saber e saberes

João Luiz Musa
A interpretação fotográfica e gráfica

João Paulo Amaral Schlittler Silva
Design em movimento

Leda Tenório da Motta
Todos esses jovens fotógrafos que viajam pelo mundo

Luis Cláudio Portugal do Nascimento
Design: visões críticas

Marcos da Costa Braga
História concisa do design gráfico moderno

Maria Argentina Bibas
O design gráfico no mundo atual: um panorama

Maria Irene Szmrecsânyi
Fundamentos sociais do design: da modernidade à pós-modernidade, do projeto à programação

Mary Lafer
As imagens no período arcaico: a criação de Pandora e o nascimento de Afrodite – mito e história

Massimo Canevacci
O design e o universo visual

Maurício Marsola
Desejo e imagem no Renascimento: Plotino e Marcílio Ficino

Norval Baitello Jr.
A imagem, seus ambientes, seu poder

Olgária Chaín Féres Matos
Mercadorias e tédio: patologias da comunicação

Ricardo Fabbrini
Estética e arte contemporânea: dos anos 1970 aos anos 2000

Rodnei Nascimento
Fetiches e fantasmas: Marx e o animismo industrial

Romero Tori
Design e comunicação em mídias digitais

Scarlett Zerbetto Marton
Imagem e cultura filistéia: Descartes e Nietzsche

Sérgio Bairon
O espetáculo contemporâneo e o trabalho imaterial

Silvio Melcer Dworecki
Perceber e olhar

Victor D. Salis
Uma visão da estética na antiguidade grega

Vladimir Safatle
Design, gadget e desejo: Lacan

http://www.usp.br/mariantonia/
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...