28 dezembro 2011

Design Social, o verdadeiro Design




 Image of child drinking water from bowl through LifeStraw
Se as grandes industrias estão amarradas por contratos e outras responsabilidades (Post abaixo), por outro lado, o Design Social - Humanitário tem sido um campo fertil para novas inovações, produtos e serviços que as industrias não querem ou não podem apostar.

Jovens designers - empreendedores tem criado excelentes produtos para paises em desenvolvimento resolvendo problemas locais de habitação, saude, educação, com a criação de novas fontes de renda e trazendo mais qualidade de vida para todos.

Assim, o designer não está mais amarrado a um sistema de criação e produção que pode facilmente ignorar a sua inovação. Ele agora tem a liberdade criativa de participar mais ativamente na construção de um melhor mundo, deixando de lado, aquela exclusiva preocupação comercial do design.

Outras estrategias como o Design Colaborativo ou Co-design  e o Design Thinking também enriqueceram muito esse processo criativo, onde todos os interessados participam construtivamente de todas as etapas do processo, alcançando produtos, serviços mais perto das necessidades reais de um determinado contexto.

Um dos melhores exemplos dessa nova relação entre o Design e o mundo e´o LIFESTRAW (criado por designers dos países escandinavos), uma solução inovadora, perfeita para o contexto.

Uma abordagem mais conservadora levaria na construção de uma planta purificadora de água ou um sistema local de purificação de água. Mas os designers inverteram a ordem e criaram o produto em vez do processo ou sistema. Assim, países em desenvolvimento pedem soluções engenhosas, inovadoras, de baixo custo  focado que obrigam os designers a ser ainda mais inovadores.
LIFESTRAW  é um dos melhores cases de Design Humanitário-Social como exemplos de soluções criativas, simples, mas resolvendo problemas complexos.

O design é uma poderosa ferramenta para quebrar paradigmas, gerar mudanças, qualidade de vida.

Não deve e não pode ser desperdiçado / percebido apenas em questões estéticas que não trazem nenhum beneficio real.


Veja outros exemplos:

Design for the other 90%

Design to improve life

Aproveite a viagem e leia o meu artigo sobre Design Humanitario com mais informação.

Design Humanitario e Imperialismo


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...