18 abril 2011

Rebranding Deus

O telefone toca. Era Deus.Parecia preocupado, meio sem jeito. Conversa vem e vai, ele confessa, precisava de um rebranding urgente. Perguntei, ingenuamente, do que ou de quem?

-Preciso de um rebranding de mim mesmo, da marca DEUS.

-Como assim?

-É. Sinto que estou ultrapassado, a percepção principal dos meus clientes e´ainda muito religiosa, biblica. Afinal, criei a Terra faz alguns bilhões de anos, e acho que já é hora de dar uma atualizada.

- Há varias razões: de mercado, clientes insatisfeitos, varias religiões com diferentes deuses e crenças.Novas religiões onde estou fora. Tá foda.

-Essa coisa de 2012 também não ajuda, nem sei se vai acontecer, tá fora do meu dominio, mas fica tudo muito catastrofico, apocaliptico, as pessoas ficam assustadas.

-Além do mais, estou perdendo market share para o cara lá de baixo, excelente vendedor-marketeiro-publicitario, devo reconhecer, com essa coisa de que ele proporciona "percepções e experiências de sexo, poder e riqueza eternas" só vendendo uma alma, está tirando a minha customer base e reduzindo drasticamente o meu market share. Todos os player fortes estão indo para lá.

-Top of mind forte mesmo.

-Mas e Jesus?

-Excelente trabalho, esforçado. Alias ele também queria um rebranding, mas parece que foi para os Estados Unidos atrás do maior especialista nisso.
Mas eu quero dar uma força para o Brasil, não dissem que Deus é brasileiro.
Se der certo, onde eu for, vou anunciar, "Rebranding made in Brazil".

-Também quero mudar essa imagem de durão, aquele que só julga e condena.

-O senhor tem alguma ideia sobre que exemplos seguir?

-Eu queria ser que nem a Apple, uma marca moderna, cool, dinamica, multifuncional, altamente desejavel e reconhecivel, até comprei um Ipad para entender conceitos, percepções, experiências deles. Ainda que seja a maça do pecado original, mas que marca!!

-Algo tipo esse tal de Facebook, também, expandivel, altamente sociavel,
uma brand convergente com todas as midias, diferenciada.

- Sou eterno, mas queria um trabalho rapido, é meio urgente o assunto.

-E o budget?

-Está apertado, cofre vazio.

-Como assim, mas o senhor é deus, dono do visivel e invisivel?

-É, meu filho, mas o que fizeram comigo foi uma sacanagem, desde tempos imemoriais, exploram a minha imagem e marca, "no nome de Deus isso e aquilo", fazendo rios de dinheiro, nunca pagaram porcentagem, direitos, patentes. Sou Deus mas não sou o Bill Gates, filho.

-Também tem aquele lance, de ser ecologico, sustentavel,preciso ser uma marca consciente, responsavel, joga uma cor tom terra e verde, palavrinha eco aqui, green lá.

-Podemos começar com um design thinking rapido, inicial, num processo de design colaborativo com os 6 bilhões de consumidores - clientes potenciais. Vai demorar.

-Posso te pagar otimizando as tuas proximas reencarnações, tipo rico, famoso e bonito por umas 2 vidas.

-Mas também queria um lance tipo Milton Glaser, I love New York. Uma marca forte, consistente, unificada.
Tanta religião e tanto nomes para mim, a pessoa se confunde.

-Queria uma marca bonita, barata e rapida.

-Até você, Meu Deus do céu?

-Abraço e como dizem ai na Terra vai com Deus! Dá uma pensada e me manda um SMS!
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...